quarta-feira, 30 de abril de 2008

Várias

Como admiro muito o Márcio Garcia e mesmo não tendo nada de ex-bbb, não posso deixar de dividir com vocês esta notícia que imagino o quanto alegrou ao lindo casal.

Márcio Garcia vai ser pai pela terceira vez, revela a mãe do ator, Eliana. A mulher dele, Andrea Santa Rosa, descobriu recentemente que está grávida mais uma vez. "A gravidez tem um mês e pouco, 45 dias. Não faz nem uma semana que a Andrea descobriu, deve ter sido na terça ou na quinta", conta a vovó coruja. O casal, que já é pai de Pedro, 4 anos, e Nina, 3 anos, vai comemorar a chegada de mais um membro na família na Europa. Márcio e Andrea embarcam nesta terça-feira, 29, para Roma, onde têm compromissos profissionais. Em seguida, esticam em Paris, mas agora para uma breve férias.
EGO


A ex-BB Gyselle Soares mostrou sensualidade em ensaio fotográfico para a revista VIP de maio, mas ficou insegura quando precisou mostrar o bumbum. Ela usou modelitos ousados e chegou a posar com os seios encobertos pelas mãos, mas confessou ter vergonha de posar somente com a parte de baixo do biquíni. “Só uso calcinha pequena quando estou de vestido, por obrigação. Odeio calcinha fio-dental e sou um pouco tímida”, contou ela em entrevista à publicação. A Cajuína disse também que não se sente sensual, mas que sabe que tem seu charme. A porção tímida de Gyselle Soares contrasta com o seu jeito determinado. Nascida no Piauí, mas "maranhense de coração", a Cajuína - que fez sua estréia como cantora no sábado, 26 - trabalha desde os 14 anos: já foi garçonete e caixa de loja. Aos 18, mesmo com pouco dinheiro, rumou em direção à Europa: “Fui morar fora para crescer na vida e ajudar a minha família. Quando trabalhava no Maranhão, não conseguia nem comprar um par de sapato!.” Gyselle morou na Suíça até ser descoberta por uma caça-talentos e ser levada à França, onde tornou-se modelo e bailarina e participou de um reality show na TV. Nesse tempo, aprendeu tão bem o francês que admitiu à VIP falar melhor a língua do Zidane que o português. Por lá, fez fama e conquistou fãs. “Fui para a Suíça sem um tostão. Cheguei lá com minhas roupinhas coloridinhas e demorei seis meses para aprender o francês. Mas aprendi", revela a ex-BB, que namora do modelo francês Alex Sayhi . A Cajuína voltou ao Brasil no início deste ano e foi direto para o BBB, onde seu sotaque e o jeito tímido a fizeram uma das participantes preferidas do público. Questionada se achou justo não ter ganho o programa, Gyselle é direta: “Não me meto nessa, não. Eu e o Rafinha somos os vencedores. Ele ganhou um milhão e eu ganhei trabalho. Tá ótimo!”.
EGO

Continuando a dividir o espaço da Thalita e a estória que ela está contando sobre sua entrada no BBB8...

Amiguxos,

Depois da casual ironia dita pelo Gustavo, e como ótima namorada que sou, fui atrás das informações sobre o programa. Me lembro de um dia em especial, quando estava no celular com ele e na televisão aparecia aquela chamada nada básica do BBB que dizia que as inscrições estavam abertas. Sinceramente, se você pensa em entrar ou pensa em alguém próximo para enrtrar no programa, não tem como tal anúncio passar desapercebido. Desliguei o celular e sentei á frente do computador para ler meus emails. Não sei quanto á vocês, mas a página inicial do meu Internet Explorer sempre foi a página do jornal O Globo (sim, eu leio jornal todos os dias!!). Qual não foi a minha surpresa ao abrir a página e dar de cara com uma matéria em destaque sobre o site de inscrições do BBB.

Mais uma vez, algo sobre esse programa, me chamava á atenção. Não tinha uma pulga atrás da orelha, estava com a família inteira de pulguinhas buzinando no meu ouvido...BBB..BBB..BBB! Como diria nosso querido amigo Nelson Rubens (que, infelizmente para minha triteza de fã, sei não gostou muito da minha participação pelo simples fato de eu ser filha de uma atriz) OK, OK, e então convencida pelas pulguinhas entrei no site, li as regras e descobri que o site só era válido mediante a inscrição no correio. O primeiro psso eu já havia dado; já sabia o que era necessário fazer. Agora era só informar ao Gustavo sobre todo o processo para poder participar.

Me encontrei com ele à noite, expliquei tim por tim, e depois de algum charme, consegui a autorização dele para fazer o site. Ele me conhece muito bem e sabe que quando eu coloco alguma coisa na minha cabeça, faço de tudo para conseguir. Não sei se ele estava realmente animado á participar, ou se havia permitido a inscrição simplesmente para não me ter pentelhando ao pé do ouvido sobre essa idéia maluca.

Tirei aquela madrugada para entender o site, e aproveitei para bisbilhotar os perfis dos outros candidatos. Logo de cara, uma das coisas que chamavam atenção, era a classificação de selos feita pela produção. Existiam três selos: Tá ruim (cor vermelha), Pode melhorar (cor amarela) e Tõ de olho (cor verde). Esses selos significavam o que a produção do programa/ site achava do seu perfil online. Pensei cá com meus botões: vou ver os perfis dos homens que já têm o selo verde e monto um perfil similar para o gustavo. Passei a madrugada pesquisando e quando o dia raiou, o perfil do meu namordão estava um luxo, com fotos e textos e é claro, alguns votinhos das danadas que ficavam atrás de homens interessantes no site. A única coisa que faltava era o vídeo, que eu só consegueria fazer quando ele tivesse tempo para gravá-lo. Curiosidade á parte, a senha do login dele era o meu nome. Então fui dormir, já com o dia claro, crente que não demoraria muito para aparecer o tal selo verde na página dele.

Continua.....

Epa Rey Oiááááá´

Bjins

Thalita

ENTREVISTA AO CYBERDIET

Em entrevista ao Cyber Diet, Bianca conta que gosta de manter uma alimentação saudável e ainda comenta a fase mais difícil de sua vida, quando contraiu dengue no ano passado. “Até hoje tenho dor no corpo”, afirma
Você engordou na casa do “Big Brother Brasil 8”?
Pelo contrário, eu emagreci. Nunca ganhei uma prova da comida, estava sempre na “Xepa” (Os participantes da oitava edição do “Big Brother Brasil” que perdiam a prova da comida, tinham alimentação restrita). Então, só comia o que podíamos comprar no mercadinho e o básico, que era arroz, feijão e goiabada.
Como é a sua alimentação? O que você não come de jeito nenhum?
Eu adoro salgadinho, biscoito, batata-frita, fast-food e as beliscadas que engordam. Eu gosto desse tipo de besteira, mas evito bastante. Eu acho que é muita gordura, é desnecessário comer. Controlo muito bem a minha alimentação e sou viciada em comida japonesa
. Se deixar, eu almoço e janto só isso. Eu sou viciada em salmão. Salmãozinho cru para mim é tudo! (risos) Eu gosto de coisas mais saudáveis e não gosto de doces, consumo muito raramente. Existem duas coisas que eu odeio: mingau e qualquer coisa que leve cravo. Só de eu sentir o cheiro, fico enjoada, sem comer por uns dois dias! (risos)
O que você acha que deveria parar de comer, mas não consegue?
Refrigerante eu sempre tento parar, mas não consigo. Tomo suco, água com gás, mas volta e meia tomo um copo de refrigerante. Eu vou tentar parar de tomar eternamente (risos).
Você fuma?
Eu parei de fumar. O que me atrapalha na vida, deixo de lado. Eu não uso droga nenhuma. Já usei quando era mais nova e hoje sou completamente contra. Não quero, estou longe. Eu sempre fui muito precoce, comecei a fumar com 11 anos. Hoje em dia, quero saúde em primeiro lugar, cabeça sã. Quero construir minha vida, trabalhar.
Quais são seus cuidados básicos com a saúde?
Eu vou muito ao médico! Qualquer coisinha que me dá, eu já marco consulta. Sempre faço exames, começo a sentir alguma coisa e já vou ver o que tenho.
Já fez alguma dieta?
Eu não sou muito de dieta. Costumo controlar a quantidade de comida, pois é o exagero que engorda. Quando eu substituo ou diminuo alguma comida, já fico com outro corpo.
Você mora no Rio de Janeiro. Está preocupada com a epidemia de dengue?
Muito. Uns quatro meses antes de entrar no “BBB 8” eu tive uma dengue muito brava. Até hoje, eu tenho dor no corpo. Fiquei um mês de cama. Tive uma dor muito forte no corpo. Tinha que tomar remédio para conseguir dormir. Deus me livre de pegar de novo! Foi o pior momento da minha vida. Foi um azar, fui picada no inverno.
Quem é picado no inverno?
Você se preocupa muito com o seu corpo? Faz exercícios?
Eu não gosto de mulher malhada. Acho bonito mulher magra, seca. Eu tenho coxa grossa, mas gosto de perna fina. Eu tento sempre ficar magra, mas sou muito preguiçosa. Desde que tive dengue, não consegui voltar a malhar. Mas agora vou voltar. Gosto de praticar exercícios para perder peso, mas não para ficar com o corpo malhado. Gosto de ginástica localizada com peso leve, de correr, fazer esteira e bicicleta.
Você praticava esportes quando era criança?
Eu fazia natação, capoeira, ginástica e jazz. Eu era uma criança bem esportista, coisa que não sou hoje. Sinto falta desse pique. Eu não fazia somente pelo corpo, a forma física era conseqüência. Fazia porque era prazeroso. É chato ir à academia e não estar fazendo uma coisa construtiva, pensar somente no músculo que vai criar. Assim, a pessoa não está distraindo a cabeça. O que me incentivava era essa distração. Agora, eu decidi que quero fazer ioga, porque ela concentra e dá um baita corpo. Eu não sabia disso! (risos).
Quando você fez sua primeira tatuagem? Quantas são?
Faz 13 anos e foi escondida da minha mãe. É o desenho de uma florzinha rosa com um tribal na barriga. Um dia, vou cobri-la, só não sei como. Tenho 15 tatuagens. Acho que eu só não tenho na costela e no pé. Todos os outros membros têm. Eu gosto muito do braço esquerdo, onde fica meu raio, e adoro meus lacinhos nas coxas.
Você tem piercings?
Tenho no mamilo e no umbigo. Quando minha mãe viu meu
piercing no peito, quase enlouqueceu. Eu estava dormindo no sofá e a camisola foi para o lado. Ela pirou um pouco, mas me conhece e sabe como eu sou. Quando era nova, eu já pintava os cabelos e rasgava as roupas, sempre fui meio precoce. Já tive piercing na língua, no nariz, no septo, no queixo e em cima do lábio. Tirei todos eles porque hoje não combinam comigo. O rosto não precisa de piercings, é a sua apresentação. Às vezes, você quer colocar uma roupa mais chique e aquilo não combina.
Qual é a sua parte do corpo preferida?
Eu gosto dos meus braços, acho eles fininhos. Gosto também de toda a minha parte que vai do pescoço ao colo, incluindo os braços. É que nessa parte do corpo, eu sou bem mais fina. Daí, quando você desce para o restante do corpo, eu vou ficando mais “brasileira” (risos). Todo mundo acha que não tenho bunda, mas na verdade sou eu que escondo. Costumo usar “biquinão” ou calças que achatem, amassem a bunda. Mas quem olhar as fotos sensuais que fiz quando saí do “Big Brother Brasil 8”, pode ver que minha bunda é grande. As pessoas acham que é loucura quando eu falo que queria ter a perna fina, já que a preferência do brasileiro é por perna e bunda.
Tem alguma parte do seu corpo que você mudaria? Faria alguma cirurgia plástica?
Eu estou pensando na hipótese de colocar silicone nos seios. Acho que a coisa mais bonita em uma mulher é o peito. Mulher com bundão eu não acho nada sensual. A sensualidade na mulher eu acho que está no peito, dá uma coisa mais feminina. Estou começando a me convencer a fazer uma cirurgia. Nunca tive vontade, agora deu (risos).
Está namorando?
Namoro há cinco anos o editor de vídeo Leo de Sá. Tenho planos de casamento, só falta a grana para comprar apartamento. Quero casar para ter filhos e, para isso, precisa de dinheiro.
Quantos filhos você pretende ter? Como irá se cuidar nessa época?
Depende da grana. Eu quero um pelo menos. Se eu tiver mais grana, dois. Queria muito ter uma menina e um menino. Fico louca inventando nomes, tenho o maior instinto maternal. Se pudesse ter hoje, eu teria. Quem sabe daqui a três anos. Com certeza irei me cuidar. Quando eu perceber que a idade está chegando, vou tomar vergonha. Aí eu vou ter um cuidado especial com o corpo.
BLOG BIANCA
segunda-feira, 28 de abril de 2008

Thalita


Thalita voltou a escrever no seu espaço.

E, eu, estou aqui dividindo com vocês como disse que faria, é muito interessante ler para conhecê-la melhor, o pouco que começa a contar não é diferente em nada do que já ouvi e imaginei de sua personalidade.

Gosto e torço até o fim por essa menina.




Como tudo começou....

Amiguxos,

Tenho certeza que nada acontece na vida por acaso. Sou a prova viva disso. Em dezembro de 2006, após alguns anos trabalhando no SESC Rio como assistente de produção cultural, e apesar de ter uma "carreira' com boa perspectiva, resolvi chutar o balde e correr atrás da minha felicidade. E, apesar da tal estabilidade financeira eu não era feliz. Foi aí que resolvi voltar a correr atrás daquilo que nasci para fazer, atuar.

Quando 2007 chegou, eu estava com uma energia nova, certa do que eu queria e com total disposição para correr atrás de tudo. Me inscrevi em vários cursos, fiz vários teste e consegui aos poucos voltar a ser a Thalita dos meus sonhos. Em julho, devido à uma pequena crise interna, e pilhada por duas amigas, resolvi ir mochilar na europa. Tudo foi perfeito; passiei por vários lugares, entrei em contato direto com o meu "eu", reafirmando certos objetivos, e gastei todo o meu dinheiro. Voltei para o Brasil em paz comigo e em guerra com a minha conta bancária. Graças aos deuses, tal guerra só não era pior pois meus pais, que têm uma condição de vida confortável, sempre me deram de tudo e nunca me deixaram faltar nada. Mas fato é que eu nunca fui acomodada e sempre fui atrás do meu dinheiro. Eu sabia que podia contar com eles, mas não achava justo ficar pedindo, afinal eu já estava com quase 30 anos.Sem medo do que viria pela frente, fui á luta e me virei como deu. Vendia perfume, bolsa, maquiagem, bijoux; fazia eventos; trabalhava como bartender para uma marca importada de vodka, enfim, me virava.

Paralelamente a isso, meu namorado se virarva como podia para ganhar o dinheiro dele. Nosso relacionamento era intenso, apaixonadao, mas também tínhamos nossos probleminhas conjugais. Nosso principal fator de descordância sempre foi o dinheiro. Talvez por uma questão de criação e estilo de vida, nossa maneira de lidar com dinheiro e com supostas perspectivas de vida, sempre foram opostas. Numa dessas nossas discussões de casal, começamos a pensar uma maneira de fazer uma grana. Com uma ironia extrema, meu namorado me diz:

- Já sei Thatha!!!! Vou entrar pro Big Brother!!!

Na hora me deu um estalo na cabeça. É isso!! O Gustavo é lindo, super fotogênico, da paz...hum...ele tem tudo para conseguir entrar no programa. Dito e feito, a ironia dele se transformou numa idéia razoável. Ele não levou muita fé na minha disposição para colocá-lo no programa, mas nada me impediria de tentar.

Depois eu conto mais....

ótima semana para geral!!!!

Epa Rey Oiáááááááááááá

Thalita















fonte fotos: Thalita

domingo, 27 de abril de 2008

Notícias


Gyselle Soares , ... e ... se dedicaram a fazer o bem no domingo, 26. Os ex-BBBs participaram do futebol beneficente no Estádio Nielsen Louzada, em Mesquita, no Rio de Janeiro. O evento faz parte da II Semana do Deficiente, que arrecada alimentos para serem doados, por meio da Secretaria de Assistência Social e Trabalho, a famílias carentes.
As sisters foram recepcionadas pelo secretário de Transporte do município, Flávio Nakan, e distribuíram autógrafos. Marcão, Sérgio Hondjakoff, Caio Castro , Vinimax, DJ Roque e o namorado de Gyselle, Alex Sayhi jogaram com os times.

EGO





A próxima edição da revista VIP chega às bancas com a ex-BBB Gyselle Soares na capa. A campanha publicitária, criada pela dupla Filipe Medici e André Paiva, da MatosGrey, com direção de Silvio Matos e Leandro Castilho, foi inspirada na França (onde mais?). O slogan diz assim: "A VIP deste mês vem com aula de francês: soutien no abajour".

PATRÍCIA KOGUT






Gyselle Soares , enfim, fez a sua tão anunciada estréia como cantora. Na noite de sábado, 26, a ex-BB subiu ao palco da "Gregos e Troianos", em Nova Iguaçu, no Rio, para participar do show do rapper Vinimax e do DJ Roque, que fizeram a música "10 Motivos" em sua homenagem, que reuniu cerca de duas mil pessoas. A cajuína subiu ao palco por volta da meia noite e agitou os fãs, que foram em caravanas. A surpresa da noite ficou por conta da presença de Marcelo Arantes, quepassou boa parte do tempo conversando com a ex-colega de confinamento no camarim e provou que os problemas que viveram dentro da casa do BBB8 já estão superados.
"Quis vir pessoalmente para conhecer o trabalho da Gy. Me importo com ela de verdade e quero estar presente em todos os grandes momentos de sua carreira. Tenho conversado muito com o Alex (Sayhi, namorado de Gyselle) quando nos encontramos e fico tranquilo porque ele tem se mostrado cada vez mais interessado em acompanhar bem de perto o sucesso dela", disse Marcelo, que só evitou um reencontro com Marcos Parmagnani e Thati Bione, que também compareceram ao show.
EGO

Depois de produzir o ensaio de Rafinha para o “Paparazzo”, Bianca Jahara ataca novamente de stylist e assina um editorial de sapatos para o “Modices”, site especializado em moda que entra no ar na próxima segunda-feira, 28. A sister produziu o segundo ensaio do site e o resultado pode ser visto a partir do dia 7 de maio. As fotos foram feitas por Márcio Carvalho nessa quinta-feira, 24, no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro. Bianca, que era produtora de moda antes de ser selecionada para o programa, ficou bem à vontade no estúdio. Pelo visto, logo ela deve receber novos convites para retornar à antiga atividade.
EGO

Além de ser ex-bbb, também é mentirosa? Parece que a primeira eliminada do BBB8, Jaqueline Khury, andou escondendo algumas coisinhas. Ela fez um comercial para a cervejaK e apresentou documentos falsos mentindo sobre sua verdadeira idade. Segundo o Conar (Conselho de Auto-regulamentação Publicitária), apenas pessoas com 25 anos podem participar de comerciais de bebidas alcóolicas. A espertinha apresentou uma xerox da carteira de habilitação autenticada com o ano de nascimento de 1982, porém o correto seria 1984. Para completar o mico, falsificar documentos públicos pode dar pena de cinco anos de prisão. Já pensou? Com todo esse rolo a Kaiser teve que tirar sua propaganda do ar. A versão da modelo é que ela apresentou o documento original e a versão da cópia teria saido da agência de propagandas. Por sua vez a agência Fisher América disse que a cópia foi entregue pela agência de modelos Mega. Pra finalizar o rolo todo, a Mega afirmou que não sabia que os documentos eram falsos e por isso Jaque foi enxotada da agência.
VIRGULANDO

Jaqueline Khury e Leila Lopes participaram na sexta-feira, 25, da 6ª Edição do São Paulo Wedding Week, no Hotel Hilton, em São Paulo. A ex-BB Jaque Khury desfilou vestida de noiva acompanhada do modelo Flávio Mendonça e revelou o seu desejo de casar. “Quem sabe né?”, disse a modelo, que reatou recentemente o namoro com o empresário Shamuel Shoel.
EGO
sexta-feira, 25 de abril de 2008

Novidades da Thalita


Thalita tem um espaço novo na net - Thalita - conheci agora e estou dividindo com vocês.

Lá ela diz que "vou lhes contar a VERDADEIRA história de como eu consegui entrar para o BBB 8". . . "É claro que, para deixar tudo mais gostoso, contarei essa minha aventura surreal em capítulos".

Claro que acompanharei e colocarei aqui para que possamos conhecer melhor a estória.



fonte: Thalita
eu e meu querido KAKA!!!

Nossa história é mais ou menos assim...
Era uma vez, no mundo virtual, aproximadamente 150 mil pessoas que corriam atrás do mesmo objetivo. Durante quatro meses, elas poderiam fazer de quase tudo para testar sua popularidade. Ao longo desse tempo, por uma questão de afinidade, fui conhecendo pessoas especiais. O Kaká foi a primeira delas. Aconteceu de um TUDO conosco. Até o nomearam meu "namorado", pelo simples e lisonjeiro fato dele ter feito uma comunidade pra mim. Nossa amizade ultrapassou a barreira do virtual, e bem realísticamente, hoje somos amigos de verdade. Ele foi meu ombro amigo, meu personal estimulante, meu companheiro das madrugadas. Ele, além de minha querida mamita e meu namorido Gustavo, viveu cada dia, cada vitória, cada sucesso e, como não poderia deixar de ser, cada lágrima dessa minha luta pessoal e árdua no 8p.
Só DEUS sabe como foi difícil mentir para ele durante o período de entrevistas, mas não podia correr nenhum risco. Gostoso foi saber através do ponto de vista dele, quando a minha mãe, orientada por mim, o ligou para dizer:
- Kaká...é triste...mas ela não foi!!!!! ELA JÁ ESTÁ LÁ!!!
E eu nesse exato minuto deveria estar no carro à caminho da pior fase do programa que é sem dúvidas, o confinamento no hotel.
Amigo...só gostaria que soubesse que você foi, é e sempre será MUITOOOOOOOOOOOOOOOOOO importante pra mim!!!!
Te amo seu PÉLAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA...rsrsrs
Bjins e inté
Epa Rey Oiáááááá´
PAQUITA

PS: Aproveito para informar que estou meio perdida na minha agenda, mas sempre que possível tô por aqui! PS1: Fe e Lu, não me esqueci de vcs não!!! Aquela parada ainda está de pé! PS2: Fiz um my space pra mim, e lá, vou começar a contar como eu lutei e merecidamente conquistei minha vaga no programa. Endereço: Thalita Lippi Fuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuui


Blogs Thalita

Fã Clube da Thalita

Fotolog Thalita

Paparazzo Thalita

Fotolog Pessoal



FOTOS QUE ACHEI NO SITE DA T
HALITA:














































terça-feira, 22 de abril de 2008

THALITA

Meus preferidos do BBB8: THALITA E FELIPE.

foto - 13/04/2008
fonte - fotolog Thalita.















Minha preferida THALITA e um jovem por quem torci muito FERNANDO.

foto: Búzios, acho que no fim de semana passado.
fonte: Blog Fã Clube da Thalita.




THALITA E GAZU


foto: Búzios.
fonte: Fotolog tlippi








THALITA

foto:"Minhas queridas amigas do peito!!!! Lindonas.... AMO MTO TUDO ISSO!! Detalhe: A reação delas com a minha carteira de onça!!! Viva o upgrade pós BBB!! Bjins e inté PAQUITA"
fonte:fotolog tlippi



adoro esta foto da THALITA

foto: orkut - 8o. da THALITA
fonte: orkut8o.
quinta-feira, 17 de abril de 2008

Notícias

EGO

Mal anunciou a sua intenção em virar cantora e
Gyselle Soares já tem data marcada para estrear nos palcos. Após o encontro promovido pelo EGO, a Cajuína e o produtor musical e rapper Vinimax, que fez a música "10 motivos" em homenagem a ex-BB, vai se encontrar no sábado, 26, na Gregos e Troianos, em Nova iguacu, para um "show teste".
Para fazer bonito, Gyselle começa a ensaiar em estúdio com Vinimax e o DJ Roque - que também participa de "10 motivos" - na segunda-feira, 21. A piauiense, aliás, vai gravar um adendo "rap" na música.


Gyselle Soares está mesmo determinada a se tornar a Jennifer Lopez brasileira. A segunda colocada do "BBB 8" deu o passo inicial na sua carreira de cantora em um encontro, promovido pelo EGO, com o produtor musical e rapper Vinimax, que compôs em sua homenagem a música " 10 motivos ". Mas no carro, a caminho do Estúdio Ipanema, a determinação da Cajuína se transformou em insegurança. Gyselle dizia que estava com um "frio na barriga" diante a possibilidade de conhecer o produtor. "Estou emocionada, tensa. É muito bom imaginar que vou poder conhecer a pessoa que pensou em mim para escrever uma música", justificava ela, apreensiva.
Ao chegar ao estúdio, o nervosismo logo se transformou em descontração. Falante, Gy pouco lembrava a garota retraída do reality show. "Se você tivesse mostrado esse lado maluquinha teria ganho o programa", brincou Vinimax, que produziu músicas para a nova temporada de " Malhação ".
A empatia da dupla foi imediata e, entre uma brincadeira e outra, a piauiense falou logo sobre a sua vontade de entrar para o mercado musical. "Quero muito gravar um CD com '10 Motivos'. Só que queria inserir uma versão em que eu entraria cantando como uma rapper",
sugeriu Gyselle.
Pedido feito, pedido aceito! Além da autorização para gravar a música, a ex-BB firmou, então, a parceria para a gravação de um CD. "Vou escrever músicas e trazer idéias de ritmos. Quero fazer uma música com tendências mundiais, mas que ao mesmo tempo resgate ritmos nordestinos. Vou inovar", acredita Cajuína, que pretende lançar o trabalho no Brasil e na
França.
O projeto ainda não tem data para sair do papel, mas idéias a dupla já tem aos montes. "Quero mostrar quem é a Gy alegre, de bem com a vida, que gosta de cantar e dançar. Aquela quietinha da casa ficou para trás. Na vida sou muito mais espontânea", disse Gyselle encantando, ainda mais, Vinimax. "Se ela já era musa sem que eu a conhecesse, agora virou mais. Que o francês (
Alex Sayhi , namorado da ex-BB) não nos ouça", brincou, ao risos, o produtor.
EGO

Conforme OFuxico adiantou, parece que realmente o Piauí ficou pequeno para a cajuína Gyselle. A segunda colocada do Big Brother Brasil 8, da Globo, afirma em seu blog, na internet, que está de mudança para o Rio de Janeiro.
Mas, ela não irá sozinha. O namorado francês Alex Sayhi vai morar com ela.
“Vou morar em Copacabana (zona sul do Rio) com meu namorado Alex Sayhi, que volta para o Brasil no próximo dia 22. Estou muito feliz com minha nova vida, e quero compartilhar com vocês. Estou conhecendo tudo e adorando Copacabana, que é um bairro muito alegre e simples”, conta a sister.
Para finalizar seu post, Gyselle ainda agradece o carinho dos fãs.
O FUXICO


Vencedor do BBB8, Rafinha assina contrato publicitário

Depois do R$ 1 milhão do BBB8, o músico paulista Rafinha vai engordar ainda mais a conta bancária. O vencedor do reality acaba de assinar um contrato publicitário com a Dafra Motos. A campanha foi desenvolvida pela Loducca. Durante uma das provas do líder do programa, Rafinha ganhou uma moto da marca.

PATRÍCIA KOGUT

terça-feira, 15 de abril de 2008

“Não quero que isso acabe nunca”

Uma semana depois de sair do confinamento de 78 dias no Big Brother Brasil 8, Gyselle Soares nem de longe lembrava a mulher enigmática que por muito pouco não abocanhou o prêmio de R$ 1 milhão. A moça defensiva, arredia, de poucas palavras e olhar perdido do programa, deu lugar a uma outra, confiante, extremamente alegre e falante, que saboreia cada segundo da fama recém-adquirida. Ela está adorando ser abordada por fãs para dar autógrafos e tirar fotografias. “Não quero que isso acabe nunca”, exagera a modelo de 24 anos. Diante da constatação de que parece outra pessoa, Gyselle concorda e revela que caiu em depressão após as seguidas indicações para o paredão, o que a fez ganhar seis quilos. “Não conseguia entender por que estavam fazendo aquilo comigo. Isso foi me entristecendo, tirando minha energia”, admite.

O confinamento foi mais uma das muitas privações que Gyselle enfrentou na vida.
Aos 19 anos, deixara o emprego de caixa numa concessionária de motocicletas, em Timon, no Maranhão. Sem falar uma palavra de francês ou inglês, foi para Suíça com o apoio de amigos que vivem em uma comunidade nordestina em Genebra. Ao desembarcar, enfrentou a primeira dificuldade. Tinha informado a data errada de sua chegada e permaneceu dois dias no aeroporto esperando que uma amiga fosse buscá-la. “Tive que esperar essa amiga aparecer porque não sabia sair de lá”, lembra. Três meses depois, agarrou-se ao único trabalho que conseguiu, o de empregada doméstica e babá. Morando no local do emprego, trabalhava praticamente três turnos. “Sempre havia algo a fazer. Minha patroa não permitia que eu fizesse amigos ou tivesse namorados e sempre dava um jeito de me prender lá. Fiquei muito solitária, foi o período mais difícil da minha vida.”

Um ano depois, com algum domínio da língua francesa, Gyselle arrumou um trabalho de garçonete. Bonita, não demorou a arrumar um namorado, um italiano. “Os italianos são muito família. Com seis meses de namoro, eles já querem casar e te engravidar. E ele queria isso comigo, mas eu só pensava em crescer profissionalmente”, conta. E foi como garçonete que a moça chamou a atenção de uma caçadora de talentos que resolveu agenciá-la. Pressionada pelo namorado para desistir da proposta, resolveu optar pela carreira de modelo. “Foi uma escolha muito difícil. Mas, se tivesse ficado com ele, estaria hoje com filhos e dependente de um marido.”

Em pouco tempo, ela estava em Paris. Logo começou a trabalhar como modelo de cosméticos até ser escalada para um reality show no qual 12 homens e 12 mulheres tinham como missão seduzir pessoas comprometidas. A piauiense venceu a disputa, que não tinha premiação, mas um cachê equivalente a R$ 3 mil. Na festa de lançamento do programa, conheceu o modelo francês Alex Sayhi, que também participou da atração. Tímido e sem jeito com as mulheres, o rapaz foi o primeiro eliminado entre os homens, mas caiu nas graças de Gyselle. Os dois passaram seis meses conversando pela internet até que ela conseguiu conquistá-lo. O romance ia bem, mas Gyselle resolveu mudar o jogo de sua vida mais uma vez. Decidiu voltar ao Brasil e tentar a sorte no BBB8. Como o namorado não concordava com a idéia, rompeu o namoro. “Fiquei arrasada. Pensei que nunca ia conseguir conciliar amor e vida profissional”, conta. Percebeu que sua decisão valera a pena ao sair do programa e reencontrar Alex, disposto a viver com ela no Brasil. Antes de concretizarem o sonho de morar juntos no Rio, o namorado retornará à França para acertar os detalhes de sua mudança definitiva de país.“Era isso que eu precisava ouvir para ganhar força e garra para trabalhar”, diz, mais disposta do que nunca a tentar a vida de cantora, dançarina e atriz. E continuar dando muitos autógrafos.

ISTO É


Gyselle Soares já decidiu onde vai morar com o namorado, Alex Sayhi. A ex-sister alugou um pequeno apartamento em Copacabana, no Rio, para viver com o francês. "É pequenininho, mas aconchegante. Aluguei algo modesto para a gente poder pagar meio a meio. Estamos começando a vida e não podemos esbanjar", contou ao EGO a segunda colocada do BBB8, que ganhou R$100 mil no programa.
A Cajuína só espera a volta do namorado - que foi para Paris desfilar para a Dolce & Gabbana e que desembarca novamente no Brasil no próximo dia 22 - para terminar a decoração do imóvel, pré-mobiliado. "Não estou me agüentando de tanta saudade do meu gatinho. Não imaginei que sentiria tanta falta de alguém como sinto a dele."
Gyselle também terá que ir à França: ela tem que buscar documentos e os certificados de conclusão de seu curso de língua francesa e de interpretação. "O canal TF1 está no meu aguardo. Tinha um projeto que eles queriam que eu fizesse, mas acho que não vai dar. A Angela Lorente, produtora do canal, me ligou pessoalmente para me parabenizar pela minha participação no BBB", disse ela, orgulhosa.
Enquanto o "namorido" não volta de viagem, Gyselle se dedica aos projetos profissionais. Tem posado para revistas, fechou presenças vip em festas e trabalha em um projeto para gravação de um CD. "Vou ser a
Jennifer Lopez brasileira (risos). Quero fazer um trabalho como o dela, mas usando a minha raíz nordestina e a dança que aprendi em minhas viagens. Escrevo músicas, tenho uma mente bem fértil. Quero fazer um trabalho bem bonito para os meus fãs".
E é pensando em fazer tudo bem feito que Gyselle ainda não assinou contrato para posar nua. A piauiense, que deu uma prévia de sua sensualidade para o "
Paparazzo ", diz que ainda está estudando o convite, mas que quando assinar contrato vai querer fazer o melhor . "Não sou de fazer nada pela metade. Se disser que sim, é porque vou fazer bonito. Não assinei nada ainda, mas estamos acertando as coisas".
Gyselle Soares também é a próxima capa da “VIP”. Na semana passada, a Cajuína posou numa mansão em São Paulo. "O ensaio vai surpreender. Vou dar uma palinha para os meus fãs antes de posar nua", conta ela ao EGO.
Enquanto isso, a ex-BB vem aumentando a sua conta bancária. Na semana passada, durante a temporada na capital paulista para posar para a “VIP”, a piauiense aproveitou para ser garota-propaganda de uma marca de jeans no bairro do Brás.

EGO


segunda-feira, 14 de abril de 2008

Mais notícias

Não é fácil ficar enclausurado numa casa com gente estranha e sendo vigiado 24 horas por milhares de pessoas. Mas quem topou participar do " Big Brother Brasil 8 " não se arrepende e faz um balanço positivo do reality show.
“Eu não ganhei um milhão de reais, mas ganhei um milhão de amigos”, comemorou Thalita Lippi na Stock Car, realizado neste domingo, 13, em São Paulo. “Não conheço todos eles, mas eles sabem quem sou eu e demonstram seu carinho quando me vêem pessoalmente”, disse a atriz referindo-se ao assédio do público.
Se valeu a pena ficar enclausurada no reality show? “Valeu muito. Só lamento não ter pensado mais em mim e ter jogado lá dentro. Assim teria permanecido mais tempo na casa”.
O que Thalita e os outros brothers perceberam é que o tempo de enclausuramento não reflete diretamente na popularidade e oportunidades profissionais pós-BBB. “Eu não imaginava que fosse ter tantas propostas, achei que por ser a primeira eliminada não fosse rolar muito trabalho”, disse Jaqueline Khury , que inclusive posou recentemente para duas grandes revistas masculinas.
E justamente por causa da fama a modelo teve problemas em seu namoro. “Rolou um stress por causa dessa coisa da mídia, do assédio. Ele estava acostumado com a Jaque de antes, mas já está se acostumando. Agora estamos bem”, contou ela, que chegou a dar um tempo em seu relacionamento e já reatou com o namorado.
“Eu tento preservar minha vida pessoal e aproveitar as oportunidades deste momento especial”, pontuou Rafael Galego . “Vou voltar para a medicina, mas na hora certa”, contou o estudante, que viaja pelo Brasil e faz eventos.
Bianca Jahara quer unir sua profissão de produtora de moda à carreira artística. “Tive medo de que participar do BBB pudesse atrapalhar minha carreira de alguma forma, mas foi legal, estou sendo bastante requisitada. Quero continuar com a moda e fazer o que sempre quis: juntar isso a um programa de televisão”, adiantou ela, que grava nesta semana um piloto para oferecer às emissoras.
EGO


Thalita Lippi quer dar uma turbinada em sua vida e no seu sutiã. A sister se inspirou no tamanho dos seios de Jaqueline Khury e decidiu dar um up em sua comissão de frente. “Quero colocar mais silicone, ficar com os seios iguais ao da Jaqueline”, contou Thalita ao EGO neste domingo, na Stock Car, em São Paulo.
“Coloquei a medida errada. Queria algo que ficasse natural, mas agora eu quero é usar decote”, divertiu-se a sister, que tem 215 ml de silicone e quer mudar para 300 ml. “Vou levar a Jaque comigo quando for ao médico e dizer que quero que fique igualzinho ao dela”, brincou.
Jaqueline apóia Thalita e dá dicas para o pós-operatório. “Acho que esse tamanho vai ficar bom. No começo você vai estranhar, mas depois se acostuma. Ah, e vai ter que usar um soutien cirúrgico por umas semanas”, lembrou.
EGO
domingo, 13 de abril de 2008

Notícias dos queridos

EGO

. . . Assim como o cantor, outros vips como . . . se reuniram para assistir à corrida, assim como os ex-BB Jaqueline Khury , Rafael Galego , Thalita Lippi , Felipe Thimóteo, Bianca Jahara e Fernando Mesquita . "Sou quase doente por corridas, sempre acordo de madrugada para assistir na tevê. Gosto mais de Stock Car, é mais disputado, tem mais emoção, corre o risco de bater um carro no outro", opinou Felipe, animado. Mas não é somente a ala masculina que gosta deste tipo de esporte, como mostrou Jaque Khury. "Sempre acompanhei corridas, gosto de esportes masculinos", disse.
"Logicamente os meninos já crescem pensando nisso, é uma cultura diferente, mas não são só eles que gostam disso, mulher também curte", defendeu Bianca Jahara. A ex-sister Thalita Lippi confirma a afirmação da amiga. "Eu mesma já fui multada quando estava a 100Km/h, quando achei que estavam me seguindo", contou a ruiva, que já freqüentava as arquibancadas de corridas quando criança.
. . .
"Meu sonho é dirigir um carro desses", disse Felipe, esperançoso, que divide o mesmo desejo com seu brother Rafael Galego. "Se tivesse a chance de fazer pelo menos uma baliza num carro desses com certeza eu faria", brincou Galego.



EGO

Bianca Jahara , Rafael Galego e Thalita Lippi curtiram neste sábado, 12, o show da Banda EVA, Estância Alto da Serra, em São Paulo. Os três – como de costume – selaram a amizade com um beijo triplo.

EGO

Depois de curtirem o show da Banda EVA , Rafael Galego, Bianca Jahara e Thalita Lippi comemoraram o aniversário de Jaqueline Khury - que foi no domingo, 6 -, em um restaurante japonês em São Paulo. O ex-brother Fernando também se juntou ao grupo de amigos e familiares da morena.




Rafael posou para o Paparazzo , ainda faz presenças vips e aproveita o momento de fama. Mas já voltou para casa em Fortaleza e pretende retomar em breve a rotina de estudante.




Atriz por vocação, a carioca Thalita Lippi chamou atenção na casa por ser muito dramática. A verve artística, no entanto, não passou despercebida. Thalita, que é filha da atriz Nádia Lippi, vai sair em turnê pelo Brasil com uma peça infantil - o nome do espetáculo ainda não foi definido. A ex-sister também está fazendo eventos e fotos. Assim que saiu do confinamento, ela posou para o Paparazzo .

Antes de entrar para o "BBB8", Bianca Jahara já "bombava" no circuito eletroclash do Rio de Janeiro. Com a exposição no programa, a ex-sister só fez aumentar a sua fama no meio da música e da moda. Ela, também musa do Paparazzo , vai gravar um programa piloto sobre moda, com a produtora Lu Lima, e oferecer às emissoras de TV. Também vai entrar em estúdio para gravar a primeira música da sua banda de eletro music , "Madame Mim".


O brother Fernando Mesquita abandonou o emprego de gerente comercial em uma grande empresa para se dedicar ao BBB e à intenção de virar ator. Disposto a investir pesado na carreira artística, ele se matriculou em aulas de teatro e interpretação para a TV. Atualmente, ele, que também foi muso do Paparazzo , está fazendo eventos e presença vip em festas e pretende abrir um negócio, que ainda não sabe qual.

Sem ter criado muitos conflitos dentro da casa, Felipe acabou tendo uma participação meio apagada no reality show. Amigos, porém, o paulista fez vários. Agora ele quer aproveitar o carisma para fazer amizades e atrair telespectadores: pretende ser apresentador de TV a cabo. Curtindo a vida ao lado da namorada Nathália, com quem quer se casar, Felipe voltou para São Paulo. Pretende estudar e esperar por convites de trabalho.

Apelidada como Cajuína,
Gyselle Soares ainda não conseguiu parar para definir o seu futuro profissional. Pudera! Ela não parou desde que foi coroada vice-campeã da 8ª edição do programa. Ela posou para revistas, para o " Paparazzo " e negocia um ensaio para a "Playboy". Também aproveitou para passear no Piauí , onde mora a sua família, e curtiru dias de celebridade. Em breve, pretende ir à França, onde morava antes de entrar no reality show, para buscar objetos pessoais e o namorado, Alex Sayhi , com quem pretende morar no Rio de Janeiro.

O paradeiro de Rafinha , o grande campeão do BBB, dispensa grandes pesquisas. O músico está no centro dos holofotes desde que saiu do programa. Após fazer várias capas de revista e posar para o " Paparazzo ", o novo rico agora bate ponto na rádio Pinel, no "Mais Você". O futuro da sua banda, a Mipt, ainda é incerto, pois Rafinha não conseguiu se reunir com os companheiros de estrada. Já no lado sentimental tudo vai muito bem, obrigado. Ele continua namorando Luísa Blattner




EGO
quarta-feira, 9 de abril de 2008

Paparazzo - Gy

Vi o Paparazzo da Gy, até hoje só o fiz na época da Íris, que adorei e ia diariamente para prestigiá-la e o da Thalita, que também gostei, não vejo de quem não gosto, tô nem aí porque não darei acesso a página delas.
Gostei muito do da Gy, está como imaginei que seria, sem apelação, parabéns Gy, desejo muito sucesso e que a play boy lhe pague muito bem para que possa fazer um bom pé de meia, porque realmente a Gy é uma moça linda.







EGO
Luciana Tecidio

Gyselle Soares, a piauiense de 24 anos vice-campeã do BBB - que por apenas 0,3% não levou para casa o prêmio de R$ 1 milhão -, é dona de uma alegria surpreendente. A modelo, que durante o programa chamou a atenção por seu jeito esquivo, quieto, solitário, só era assim porque estava confinada, garante ela. E ninguém duvida. Fora do reality show, sua energia e o brilho no olhar voltaram. É bem verdade que um dos responsáveis por toda esta luz é o seu namorado francês, Alex Sayhi, 22, com quem Gyselle namora há um ano e meio e que veio para o Brasil para ficar ao lado da ex-BB.
Na entrevista para o Paparazzo, permeada por risinhos e palavras entusiasmadas, Gyselle conta que quando quer conquistar um homem, é uma cajuína destemida. Sem pestanejar, deixa a timidez de lado e vai à luta pelo que quer. “Quando quero um rapaz e vejo chances de rolar algo, eu encaro”, avisa a Cajuína.

ENTREVISTA

No programa, você era tímida, calada. Mas na realidade é bem extrovertida...
Sou essa pessoa alegre, divertida, cheia de vida. É estranho ficar presa numa casa sem falar com ninguém. Aquela lá não era a Gy. Tenho defeitos e qualidades, mas sou uma pessoa alegre. Não sou tímida para conversar e falar com as pessoas. Sou tímida em relação ao meu corpo nu e para paquerar. Aí fico vermelha. Mas quando quero um rapaz e vejo chances de rolar algo, eu encaro. Enfrento a timidez e faço qualquer coisa para que ele me note.

E qual é a sua técnica de sedução?
Invisto mais no olhar. Não mais do que isso. Acho que a mulher tem que ter seus truques para seduzir, principalmente quando tem um namorado. Tenho muito isso. Gosto de comprar lingerie para agradar, gosto de lingeries vermelhas.

E com o Alex você não perdeu tempo, não é? Fiquei enlouquecida. Achei ele lindo, simpático, queria muito namorar com ele. Fui atrás do Alex. O conheci numa festa, ele tinha namorada e eu também. Mas rolou uma química entre a gente, ficou aquela coisa de olhar. Ficamos nos comunicando pela internet durante seis meses. Ele morava no sul da França e eu em Paris. Não tinha como nos encontrarmos. Alex achava que eu nunca daria bola para ele. Um dia, ele foi para Paris, eu o convidei para mostrar a cidade e foi lá que o peguei (risos).

Você teve outros amores verdadeiros com o do Alex?
Não tive muitos. Antes do Alex, quando ainda estava no Brasil, me apaixonei pelo André, com quem fiquei durante cinco anos lá em Timon (cidade na divisa do Piauí com Maranhão). Com ele cresci como mulher, perdi minha virgindade. Depois dele não tive muitos namoros. Ele foi meu primeiro em tudo.

As mulheres brasileiras normalmente fazem muito sucesso na Europa...
Sou a primeira namorada brasileira do Alex e ele gosta muito de pessoa alegre. No sexo, somos mulheres mais atiradas do que as européias. A mulher francesa não tem a energia que a brasileira tem e nós os deixamos apaixonados. Até agora, Alex caiu na minha armadilha (risos).

Da onde vem essa sua sofisticação?
Vem da minha força de querer mudar. Queria falar bem. Encarei tudo e fui. Conheci na Europa pessoas que me ajudaram. Aprendi muito a escutar, talvez por isso que seja quietinha (risos). Antes eu só falava e não escutava. Fora do Brasil, fui obrigada a escutar as pessoas. Quando cheguei na França, em 2003, morei com uma mulher muito rica. Eu cuidava do filho e da casa dela. Ela era francesíssima, branquinha, muito chique. A ajudava quando tinha jantares e via como ela se comportava. Aprendi a ter postura mas nunca perdendo a essência da Gy.

Você já negou ter feito programa como prostituta lá fora. Mas chegou a receber proposta para se prostituir?
Enfrentei preconceito aqui, não lá. na França, conheci as pessoas certas, tive uma estrela. Nunca recebi propostas de prostituição. Tive homens lindos e ricos que me pediram em casamento, mas nunca quis casar com eles. Prezo a minha liberdade, quero ser feliz com o homem que eu amo e ele pode ser um varredor de rua. Quero uma pessoa trabalhadora. Não é porque o cara tem grana que vou me casar com ele. O que adianta ter grana e não ter felicidade?

Maria Antonieta, arquiduquesa da Áustria e rainha consorte de França no ano de 1774, serviu de inspiração para o ensaio de Gyselle Soares. Nada mais propício, uma vez que a vice-campeã do BBB deixou Timon, sua cidade natal na divisa dos estados do Piauí e Maranhão, e mudou-se para Paris em 2003, onde morou por cinco anos. Para dar o ar da época, a produtora do Paparazzo Samantha Szczerb escolheu lingeries românticas com muita renda em cores neutras, para combinar com a pele morena da ex-sister. “Para dar um quê de tropicalismo, fizemos um ensaio em que Gyselle posa com frutas típicas daqui como o abacaxi e, é claro, o caju”, explica Samantha. A única preocupação da modelo era não deixar seu bumbum à mostra. Calcinha fio-dental não fazem a sua cabeça. “Acho meu bumbum grande”, diz a ex-BB. Disposta a aparecer perfeita nas fotos, Gyselle, depois de ser maquiada por Adriana de Bossens, segurou a fome e resistiu bravamente ao bolo de chocolate servido durante o ensaio. Nas quase dez horas de fotos a cargo de Eduardo Rezende, a morena só ingeriu um cacho de uvas. "Quero ficar linda para os internautas", aivsou Gy.

Idade: 24 anos

Danta de nascimento: 27/10/1983

Traço marcante da personalidade: persistência

Homem bonito: meu namorado Alex Sayhi

Pior momento do confinamento: a briga com Marcelo

Mania: de usar fio dental e de mexer no cabelo

O que detesta num homem: a preguiça para trabalhar

O melhor da França: a vida noturna de Paris

O melhor do Brasil: a alegria do povo

Perfume: Dolce & Gabanna masculino

Ritmo de música perdileto: todos

Lugar para fazer amor: a praia

Filosofia de vida: ser você mesma

POR Luciana Tecidio